quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

A garota dos olhos tristes...

Eu tenho que escrever agora... Se não for agora, não sai mais.
---------------------------------------------------------------

Cadê aquela garota dos olhos tristes? Aquela com vestido amarelo florado? Ela tinha um livro verde na mão com uma margarida no meio da capa. Era o diário dela.
Ela ficava sentada na porta do salão de beleza abandonado. Ela ficava ali sentada olhando sabe-se lá o que...
Onde está a garota dos olhos tristes e dos cabelos castanhos lisos? Eram suaves e eruditos. Tudo nela cheirava mistério.
Certo dia me sentei do lado dela, não falei nada, só sentei. Ela olhou para mim e falou:
- Faz tempo que aqui não chove.
Levantou e saiu.

Cadê aquela garota dos olhos tristes? Meus cabelos estão grisalhos e venho todas as manhãs no mesmo horário, nesse mesmo ponto de ônibus de onde eu a observava, encontrá-la para devolver seu diário.
Quando eu encontrá-la vou sentar do lado dela, olhar para ela e dizer:
- Eu nunca li seu diário.


Amanda Ribeiro

4 comentários:

Kênnia Méleus disse...

Lindo texto, Amanda.

Amanda Ribeiro disse...

Obrigada, Kênnia! =)

Patrícia Lemmon disse...

Eu tinha um caderno com uma flor amarela na frente (um girasol) mas o fundo era azul...
Adorei o texto...

Amanda Ribeiro disse...

Sério? Haha... Obrigada, Patrícia.